Engenheiro chinês constrói um abrigo com sistema de reconhecimento facial por inteligência artificial para gatos de rua

Um homem chinês, que estava preocupado com o bem-estar de gatos vadios em sua cidade natal, Pequim, construiu recentemente o primeiro abrigo para gatos alimentado por Inteligência Artificial do mundo. Wan Xi é um engenheiro de computação que sempre foi um apaixonado pelos animais. Ele alimentaria os gatos vadios e lhes daria água fresca. Durante este inverno gelado, ele deu um passo adiante e agora os gatinhos perdidos de Pequim podem ter um refúgio seguro, quente e incrivelmente legal.

Wan queria aprender sobre as condições de vida dos gatos de rua, por isso procurou os voluntários do bem-estar animal

Créditos da imagem: Elin

Ele então descobriu que muitos gatos vadios não vivem mais de dois anos devido à falta de supervisão médica, já que muitos deles têm doenças comuns que não são tratadas. Os dados coletados mostraram que apenas quatro entre dez animais conseguem sobreviver a um inverno frio. Estima-se agora que cerca de 40 mil gatinhos desabrigados estão vivendo nas ruas da China. Tendo aprendido essa informação, Wan, um apaixonado amante de gatos, decidiu que era hora de agir e ajudar os peludos.

“No começo, eu só queria dar a eles um lugar quente no inverno com comida e água que não é congelada”

Créditos da imagem: Elin

O projeto cresceu rapidamente e Wan acabou criando um abrigo de alta tecnologia para os felinos, que também pode funcionar como uma clínica veterinária temporária. A temperatura dentro do abrigo é de 27 ° C (80 ° F) e suas portas só abrem para gatos usando câmeras com reconhecimento facial. As câmeras inteligentes podem até detectar e apontar possíveis problemas de saúde que as bolas de pele possam estar enfrentando.

O abrigo de IA auto-alimentado é gerenciado por uma equipe de voluntários, que são notificados sobre qualquer problema de bem-estar.

Créditos da imagem: Elin

Os dados são atualizados regularmente e os voluntários recebem as notificações enviadas para seus escritórios. Eles são notificados se algum dos gatos tem doenças comuns, como herpesvírus felino ou gengivoestomatite. O abrigo de alta tecnologia também pode dizer se o felino foi esterilizado ou neutralizado.

Os habitantes do abrigo são fornecidos não só com comida e água, mas também brinquedos

Créditos da imagem: Elin

Parece que o refúgio engenhosamente projetado tem tudo o que os gatos que moram na rua podem precisar. Mais importante ainda, eles têm um lugar para passar noites geladas e uma equipe de pessoas maravilhosas que são gentis o suficiente para investir seu próprio tempo em ajudar os fuzzballs em necessidade.

Confira o vídeo para ver os felinos aproveitando seu novo abrigo


Créditos da imagem: Elin

Via: Bored Panda

Compartilhe, se você também curte animais!

Simple Share Buttons