Esculturas de plantas surreais e repletas de vida de um escultor francês

A artista Émeric Chantier reinventa pessoas e animais como esculturas de plantas surreais. Utilizando uma combinação de vegetação faux e elementos naturais reais, ele constrói formas gramadas que têm pequenos galhos e árvores brotando deles. Chantier presta atenção especial a detalhes como definição muscular e proporção geral, e os resultados são criações que parecem seres estranhos de outro mundo – aqueles que têm uma conexão estranha com a nossa.

A inspiração para as esculturas de Chantier veio do seu desejo de imitar a natureza em miniatura. “A base da maioria das esculturas é de resina esculpida”, explica ele. “Eles são então cobertos com elementos sintéticos e outras naturezas [tais como] flores ou raízes que são pintadas e envernizadas.” O processo é um processo envolvido, e requer que Chantier forme encostas francesas para materiais e depois use pinças para colocar o acabamento. toca, como pequenas pétalas na bochecha de uma figura.

Chantier vê suas esculturas, que ele chama de “uma natureza fantasiosa”, como uma forma de ilustrações tridimensionais. As figuras pretendem transmitir sentimentos ou encorajar perguntas sobre como nos relacionamos com a Terra. “O trabalho não pretende ser moralista”, diz ele, “mas desafiador, reflexivo e meditativo sobre o elo intrínseco que une a história geracional do Homem com a Natureza”.

O artista Émeric Chantier cria esculturas de plantas que utilizam galhos e flores reais em sua construção.

Eles nos encorajam a contemplar nossa conexão com o mundo natural.

Via: My Modern Met

Compartilhe, se você curtiu esse post!

Copied!